Do bem haja:

Nem todos os políticos são corruptos,

Nem todos os corruptos são políticos.

Embora cultivem recíprocas amizades e comichões

E evitem dividendos declarados,

Que preferem devidamente disfarçados.

Ai honestos do meu País!

Tais façanhas evitai e limpos continuai,

Para que honrar possais a memória de vossos Pais.

Mas se de vossos pais tais vícios herdastes,

Ide em frente: comissionai, cunhai, disfarçai,

Para que honrar possais a memória de vossos pais.